Domingo, 22 de outubro de 2017

« voltar

20/04/2017 - 15h27 / Atualizada 25/04/2017 - 16h47



Aluno defende mestrado sobre dessalinização de água salobra


Desenvolvido na Praia de Leste, no litoral do Paraná, o trabalho teve como objetivo principal avaliar a eficiência de um sistema de dessalinização de água salobra, em escala piloto, utilizando ultrafiltração e osmose reversa


por Marilia Woiciechowski

O aluno do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Sanitária e Ambiental (PPGESA) da UEPG, Juliano Penteado de Almeida, defendeu a dissertação de mestrado “Eficiência de um Sistema de Dessalinização de Água Salobra Utilizando Ultrafiltração e Osmose Reversa”, nesta quinta-feira (20 de março), às 9h, no Auditório do Nutead (Núcleo de Tecnologia e Educação a Distância), no Campus de Uvaranas. Trata-se da primeira defesa de dissertação que faz parte do projeto de pesquisa que vem sendo desenvolvido em parceria com a UEPG, University of North Texas (UNT), University College London (UCL) e Sanepar (Companhia de Saneamento do Paraná), como assinala a professora doutora Giovana Kátie Wiechetek, orientadora do estudo.

A banca da defesa registrou a presença dos professores doutores Luiza Cintra Campos, da University College London - Londres (Inglaterra) como membro externo (online); Elizabeth Weinhardt de Oliveira Scheffer – UEPG (membro externo) e Marcos Rogério Széliga – UEPG (co-orientador). Desenvolvido na Praia de Leste, no litoral do Paraná, o trabalho teve como objetivo principal avaliar a eficiência de um sistema de dessalinização de água salobra, em escala piloto, utilizando ultrafiltração e osmose reversa. Giovana Wiechetek explica que esse sistema foi implantado em agosto de 2016, e o aluno de mestrado operou durante o período de setembro a dezembro de 2016, com os resultados apresentados na sua defesa.

Tecnologia Atual

O sistema, atualmente, está sendo operado por outras alunas do PPGESA, que estão estudando novos parâmetros e condições de operação, segundo a orientadora da defesa. Juliano Almeida conta que o sistema de dessalinização de água salobra, com capacidade de um metro cúbico/por hora, foi instalado na Estação de Tratamento de Água (ETA) da Sanepar. Neste estudo, como observa, se diluiu água de mar em água de rio para se criar a água salobra. “A água salobra foi preparada a partir da mistura de água bruta do Rio das Pombas, manancial que abastece o balneário da Praia de Leste, no litoral paranaense.

Para Juliano, o momento mais difícil do trabalho refere-se à implantação e montagem do sistema, e o início do trabalho em direção aos objetivos traçados. A parte prazerosa pontua como a oportunidade do envolvimento com pesquisadores da UNT e da UCL. O aluno também conta que participa do grupo de pesquisa “Global Innovation Iniciative” desde 2015. Também registra que o desenvolvimento do projeto de pesquisa teve financiamento da Secretaria de Estado dos Estados Unidos. No âmbito do estudo, diz que participou de oficinas na UNT e UCL (uma semana/cada). Para ele, o trabalho que resultou na dissertação foi desafiador e trouxe uma nova tecnologia de tratamento de água para o Paraná. O que coloca o Estado com a tecnologia mais atual para dessalinização de água em nível mundial.

 

Campus Uvaranas - Av. General Carlos Cavalcanti, 4748 - CEP 84030-900 - GPS: 25°5'23"S 50°6'23"W
Campus Central - Praça Santos Andrade, 1 - GPS: 25°5'11"S 50°9'39"W
Fone: (42) 3220-3000 / 3220-3300 - Ponta Grossa - Paraná
Copyright © 1996-2017 - Núcleo de Tecnologia de Informação - UEPG