Quarta-feira, 23 de agosto de 2017

« voltar

19/05/2017 - 12h26 / Atualizada 19/05/2017 - 12h37



Docentes apresentam projeto de Cadastramento da Rede Elétrica


Trata-se do relatório final do projeto de extensão Cadastramento da Rede Elétrica do Campus de Uvaranas que contou em suas atividades com o trabalho de professores e acadêmicos bolsistas e voluntários


por Marilia Woiciechowski

Os professores João Alfredo Madalozo e Andrea Tedesco, do Departamento de Geociências da UEPG, apresentaram, nesta sexta-feira (19 de maio), na Sala dos Conselhos, o relatório final do projeto de extensão Cadastramento da Rede Elétrica do Campus de Uvaranas. Com a presença do reitor Carlos Luciano Sant’Ana Vargas, professores e acadêmicos participantes do projeto, João Madalozo (coordenador) destacou que os trabalhos registrados têm a preocupação em dar à população do Campus de Uvaranas (funcionários, professores e alunos) um fornecimento estável e de qualidade de energia elétrica e iluminação nos três períodos de funcionamento das atividades do local.

Antes de iniciar o registro das etapas do projeto, João Madalozo ressaltou o suporte da Prefeitura do Campus (Precam) que disponibilizou parte do material (matrizes para numeração (dos postes), material de pintura e veículos; e da Prefeitura municipal de Ponta Grossa (PMPG) que disponibilizou ortofotos (representação fotográfica de uma região da superfície terrestre) do Campus de Uvaranas. Durante a realização do projeto, a equipe de trabalho que reuniu professores e acadêmicos bolsistas e voluntários, realizou o levantamento físico de toda a rede de alta tensão (AT) e de baixa tensão (BT) do Campus de Uvaranas, com a identificação de postes, estruturas de AT e de BT, luminárias, transformadores, chaves, pará-raios e aterramentos (não inclusas as pétalas).

Atividades Realizadas

A equipe procedeu a numeração de todos os postes, linha de tronco e derivações (não inclusas as pétalas), através de pinturas dos numerais, utilizando procedimento “padrão COPEL”, identificando e localizando os postes; e a identificação de todas as luminárias (tipo e potência), do faseamento das luminárias; das bitolas dos cabos de AT e BT; e das potências dos transformadores. Também desenvolveu um sistema de gerenciamento e monitoramente da rede de iluminação através de planilhas em formato Excel. Fez o processamento das ortofotos doadas pela prefeitura, gerando mosaico do campus; e a digitalização das ruas, edificações e postes existentes no campus, usando o mosaico de ortofotos como referência, com auxílio do programa ArcGIS, gerando planta de implantação.

Outra atividade refere-se à elaboração do mapeamento da rede elétrica, identificando todos os elementos, com auxílio do programa AutoCAD, sobre a planta de implantação – todos os pontos levantados podem ser identificados por suas respectivas coordenadas UTM (Universal Transversa de Mercator). Juntamente com Andrea (supervisora do projeto), Madalozo registrou os impactos do trabalho que se traduz em um cadastro atualizado e de alta precisão (os dados são oriundos de ortofotos com resolução espacial de 10 cm) da rede elétrica e das dependências do Campus; e elaboração de um sistema de monitoramento/gerenciamento das lâmpadas queimadas ou com outros problemas da rede de iluminação.

Aprendizado e Importância

Os registros também contribuem para se conhecer o comportamento da rede elétrica para sua manutenção e do estoque de reposição; e na viabilização de ampliações necessárias para atendimento de novas edificações ou aumento de carga em edificações existentes com maior qualidade e economia de recursos. Os professores ressaltam o aprendizado dos acadêmicos integrantes do projeto que, para a realização das atividades, participaram de aula de instrução técnica e de segurança sobre rede elétrica e iluminação; tiveram noções básicas de desenho técnico; elaboraram plantas com auxílio de AutoCAD; e aprenderam a manipular programas de Sistemas de Informações Geográficas - SIG (ArcGIS).

O professor João Madalozo explica que o projeto de extensão não se vincula aos projetos pedagógicos dos cursos de Engenharia Civil e do Bacharelado em Geografia. Entretanto, cita que todos os itens desenvolvidos em seu âmbito contribuíram para a melhoria do conhecimento técnico nas áreas de instalações elétricas de Rede de Distribuíção Urbana (RDU) e iluminação pública. Ainda propiciou aos alunos o aprendizado na elaboração de mapeamento baseado em cadastro técnico multifinalitário a partir de dados de sensoriamento remoto processados em ambiente SIG. Para os professes, o gerenciamento da iluminação do campus é importante porque permite conforto e segurança.

Quanto ao gerenciamento da rede elétrica, ressaltam que o projeto é fundamental porque permite o planejamento de novas edificações, bem como de instalações específicas de laboratórios, contribuindo para melhor planejamento na distribuição para os usuários. João e Andrea consideram o significado do projeto voltado à atenção da Rede Elétrica do Campus de Uvaranas porque oferece à Pró-Reitoria de Planejamento (Proplan) informações atualizadas e precisas que podem contribuir para planejar a alocação de objetos elétricos ou de necessidades da engenharia civil, como identificação de locais onde construir; e para a Precam facilita, entre outros, o monitoramento da rede de iluminação. Isso porque oferece como produto uma planilha de gerenciamento de iluminação e de rede elétrica, além de mapa com rede elétrica cadastrada e identificada no padrão Copel.

Campus Uvaranas - Av. General Carlos Cavalcanti, 4748 - CEP 84030-900 - GPS: 25°5'23"S 50°6'23"W
Campus Central - Praça Santos Andrade, 1 - GPS: 25°5'11"S 50°9'39"W
Fone: (42) 3220-3000 / 3220-3300 - Ponta Grossa - Paraná
Copyright © 1996-2017 - Núcleo de Tecnologia de Informação - UEPG