Terça-feira, 22 de agosto de 2017

« voltar

14/06/2017 - 17h31 / Atualizada 14/06/2017 - 17h45



Pró-reitora discute a curricularização da extensão no RS


por Assessoria de Imprensa

A Pró-Reitora de Extensão e Cultura da UEPG (vice-presidente do Fórum Nacional dos Pró-Reitores de Extensão – FORPROEX), Marilisa do Rocio Oliveira, participou da mesa redonda sobre a curricularização da extensão, em 7 de junho, no Instituto Federal Farroupilha, em Santa Maria - RS.

Os debatedores discutiram assuntos sobre a Meta 12, que prevê elevar a taxa bruta de matrícula na educação superior para 50% e a taxa líquida para 33% da população de 18 a 24 anos, assegurando a qualidade através da oferta de, no mínimo, 10% do total de créditos curriculares exigidos para a graduação em programas e projetos de extensão universitária.

Segundo Marilisa Oliveira, ficou bastante evidente que o primeiro passo é a sensibilização e motivação dos professores, coordenadores de curso e estudantes e também da própria gestão das universidades, a fim de que compreendam que ensino, pesquisa e extensão constituem as três funções básicas da universidade. “Essas funções devem ser equivalentes e merecer igualdade em tratamento por parte destas, pois, ao contrário, estarão violando esse preceito constitucional”, comenta a pró-reitora.

Diante dessa premissa, foi apresentada a ideia da extensão universitária como sendo uma ponte entre a universidade e a sociedade, já que é considerada como uma forma de interação que deve existir entre a instituição e a comunidade na qual está inserida. Marilisa Oliveira explica ainda que essa relação funciona como uma via de duas mãos. “A Universidade leva conhecimentos e/ou assistência à comunidade, e recebe dela influxos positivos como retroalimentação tais como suas reais necessidades, seus anseios, aspirações e também aprendendo com o saber dessas comunidades”.

A discussão coloca as atividades de extensão como um grande alicerce para a democratização dos conhecimentos das diversas áreas, e também preparar seus profissionais, não somente com a estratégia do ensino-transmissão, mas complementando a formação com a estratégia do ensino-aplicação.

Campus Uvaranas - Av. General Carlos Cavalcanti, 4748 - CEP 84030-900 - GPS: 25°5'23"S 50°6'23"W
Campus Central - Praça Santos Andrade, 1 - GPS: 25°5'11"S 50°9'39"W
Fone: (42) 3220-3000 / 3220-3300 - Ponta Grossa - Paraná
Copyright © 1996-2017 - Núcleo de Tecnologia de Informação - UEPG