Quinta-feira, 14 de dezembro de 2017

« voltar

19/06/2017 - 14h55 / Atualizada 19/06/2017 - 14h54



Palestra aborda ‘Políticas Educacionais em Gramsci’


por Assessoria de Imprensa

 

O Departamento de Serviço Social e o Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais Aplicadas da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG) promovem, nesta terça-feira (20), a palestra ‘Democracia Burguesa e Políticas Educacionais em Gramsci’, a partir das 8h30, no Grande Auditório do Campus Central. O tema será abordado pelo Anita Helena Schlescener, da Universidade Tuiuti do Paraná (UTP), que lançará ainda o livro ‘Grilhões do Invisível’, publicado pela Editora UEPG.

O evento tem o objetivo de socializar o pensamento de Antônio Gramsci à comunidade acadêmica em geral, apontando as principais categorias do autor, no contexto contemporâneo. Tem como público-alvo alunos de graduação e pós-graduação e profissionais, especialmente, das áreas de Ciências Sociais Aplicadas e de Educação e comunidade em geral.

A atividade está vinculada ainda ao Núcleo de Estudos e Pesquisa Estado, Políticas Públicas e Práticas Sociais do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais Aplicadas, que o primeiro semestre de 2017 teve como temática de estudo a introdução à obra de Antonio Gramsci. Estão na coordenação as professoras Danuta Estrufika Cantoia Luiz e Silmara Carneiro e Silva. Conta também com o apoio da Editora da UEPG e da Universidade Tuiuti do Paraná.

A programação tem início às 8h30, com o credenciamento dos participantes. Às 9h, será formada a mesa de abertura. Em seguida, a professora Anita Schlescener fará a exposição do tema sobre as políticas educacionais em Gramsci. Na sequência, ele procede ao lançamento do livro ‘Grilhões do Invisível: As dimensões da ideologia, as condições de subalternidade e a educação em Gramsci’.

Os interessados podem se inscrever pelo: https://goo.gl/forms/x30ZWDOKjGp4Hs403

GRILHÕES DO INVÍSVEL

Na obra ‘Grilhões do Invisível’, a autora questiona como entender um mundo no qual todos somos trabalhadores, mas não nos entendemos como parte de uma classe social ou de uma coletividade que sofre as mesmas dores e as mesmas humilhações, numa sociedade na qual o capital continua a se multiplicar a partir da exploração da força de trabalho. “Por que não sentimos mais solidariedade com os que são expropriados como nós e, principalmente, por que não nos sentimos expropriados em nosso trabalho? Por que nos conformamos ante a profunda desigualdade social que grassa a nossa sociedade, como se a desigualdade social fosse natural?”

O livro pretende discutir estes temas cruciais retomando a tradição inaugurada por Marx e reinterpretada por Gramsci, para pensar as novas dimensões da hegemonia burguesa na era neoliberal, na qual a ideologia toma proporções inusitadas pela naturalização dos conceitos na vida cotidiana, na forma da linguagem e nos mecanismos de educação. A educação, na sua dimensão política, apresenta-se como um dos caminhos para a emancipação humana, neste emaranhado de barbárie e violência no qual estamos imersos. A educação tem a função primordial de elucidar os grilhões que nos prendem e que, sem ela, permanecem invisíveis. 

 Mais detalhes da obra: http://www.uepg.br/EDITORA/

Campus Uvaranas - Av. General Carlos Cavalcanti, 4748 - CEP 84030-900 - GPS: 25°5'23"S 50°6'23"W
Campus Central - Praça Santos Andrade, 1 - GPS: 25°5'11"S 50°9'39"W
Fone: (42) 3220-3000 / 3220-3300 - Ponta Grossa - Paraná
Copyright © 1996-2017 - Núcleo de Tecnologia de Informação - UEPG