Quinta-feira, 21 de setembro de 2017

« voltar

11/07/2017 - 17h41 / Atualizada 11/07/2017 - 17h42



HU debate Enfermagem de ligação em Hospitais Universitários


Palestra da Prof.Dra Elizabeth Bernardino destacou a importância da profissão e suas novas atribuições


por Assessoria de Imprensa

A Prof.Dra do departamento de enfermagem da Universidade Federal do Paraná (UFPR), Elizabeth Bernardino realizou hoje (11), no Hospital Universitário Regional dos Campos Gerais da UEPG (HU-UEPG), a palestra “Enfermeira de ligação: uma estratégia de integração em rede”.

 A apresentação fez parte do 6ª Encontro de Sistematização da Enfermagem e contou com a presença de residentes multiprofissionais, acadêmicos da UEPG e profissionais da saúde.

O trabalho foi baseado em um estudo de caso aplicado com 10 pacientes do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná no período de agosto de 2007 a maio de 2008. Os objetivos foram identificar a atuação da enfermeira de ligação junto aos usuários que receberam alta hospitalar e avaliar a implementação da profissão dentro do Hospital Universitário.

Segundo o diretor do HU-UEPG, Professor Everson Augusto Krum o tema da palestra é inovador. “Existe uma lacuna a ser preenchida entre a alta hospitalar e a atenção básica de saúde. O trabalho da Professora Elizabeth nos auxilia a compreender essa lacuna e como podemos solucioná-la”.

A enfermagem de ligação surgiu nos anos 60 em Montreal no Canadá e originalmente a ideia era reproduzir uma extensão dos serviços hospitalares com o objetivo de reduzir o tempo de internação. Os profissionais eram indicados para estabelecer uma comunicação com o paciente e identificar suas necessidades, ou seja, o foco era o cuidado extra-hospitalar.

Segundo a Prof.Dra Elizabeth Bernardino  é necessário pensar na saúde como um ciclo virtuoso entre as melhores condições de atendimento e menores custos. “Falta um sistema integrado e organizado para suprir as demandas necessárias. E é nesse cenário que surge a enfermagem de ligação, com o objetivo de diminuir a descontinuidade dos serviços de saúde”.

Os resultados obtidos na pesquisa apontam que o cargo de enfermeira de ligação serve para consolidar a integralidade da atenção à saúde. Dessa forma, o paciente teria a continuidade do tratamento e a prevenção da re-hospitalização. A enfermagem de ligação também proporciona a troca de saberes e experiências entre o profissional que atuam nos Hospitais e nas unidades básicas.

Campus Uvaranas - Av. General Carlos Cavalcanti, 4748 - CEP 84030-900 - GPS: 25°5'23"S 50°6'23"W
Campus Central - Praça Santos Andrade, 1 - GPS: 25°5'11"S 50°9'39"W
Fone: (42) 3220-3000 / 3220-3300 - Ponta Grossa - Paraná
Copyright © 1996-2017 - Núcleo de Tecnologia de Informação - UEPG