Terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

« voltar

09/02/2018 - 14h09 / Atualizada 09/02/2018 - 14h16



Cesta básica de PG tem alta de 0,49% em janeiro


por Assessoria de Imprensa

O pão foi o único produto com estabilidade nos preços na pesuisa de janeiro da cesta básica 

O custo médio da cesta básica do ponta-grossense registrou aumento de 0,49% em janeiro, conforme levantamento do Núcleo de Políticas Públicas Rouger Miguel Vargas (NPPRMV) da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). O custo dos 34 produtos que compõem a cesta básica passou de R$ 529,62 (valor de dezembro) para R$ 532,20.

O Índice Cesta Básica (ICB) é aferido mensalmente pela UEPG, com base nos hábitos de consumo de famílias residentes em Ponta Grossa, com até três membros e renda salarial de um a cinco salários mínimos. Os preços praticados nos supermercados na primeira semana de cada mês são comparados com os valores anotados no mesmo período do mês anterior.

Com base no salário mínimo nacional (R$ 954), os técnicos da UEPG constam que, para adquirir todos os produtos da cesta, uma família com renda mensal de um mínimo gastaria 55,79% do seu orçamento. No caso de famílias com renda de dois, três, quatro ou cinco mínimos, a despesa corresponde a 27,89%; 18,59%; 13,95% e 11,16% dos respectivos orçamentos.

A pesquisa de janeiro aponta ainda que, dos 34 produtos verificados, 16 tiveram elevação de preços; 17 caíram; e apenas o pão manteve-se com preço estável. A cebola teve o maior aumento no período, 37,43%; e o tomate a maior redução, 30,06. Ambos pertencem ao grupo hortifrutigranjeiros, cujos preços caíram em média 5,50%.

O grupo alimentação geral registrou aumento de 0,11%, com destaque para a margarina que subiu 4,5%; e para o açúcar, com retração de 3,98%. Alta também nos preços do açougue, 2,63%, em média. A carne de gado subiu 10,95%. Já a carne de frango teve os preços majorados em 0,21%.

Os grupos higiene e limpeza tiveram queda de preços. Na seção de limpeza, a redução foi de 2,78%, destacando-se a água sanitária, alta de 12,99%; e o desinfetante, queda de 14,49%¨. Entre os itens de higiene, a retração foi de 2,63%. O sabonete teve a maior alta, com 5,64%; e o desodorante, a menor alta, 1,19%.

VARIAÇÕES

Grupo que mais aumentou: Carne - 7,92%.

Produto de maior elevação: Cebola - 37,43%.

Grupo de maior queda: Hortifrutigranjeiros - 5,50%.

Produto de maior queda: Tomate - 30,06%

Campus Uvaranas - Av. General Carlos Cavalcanti, 4748 - CEP 84030-900 - GPS: 25°5'23"S 50°6'23"W
Campus Central - Praça Santos Andrade, 1 - GPS: 25°5'11"S 50°9'39"W
Fone: (42) 3220-3000 / 3220-3300 - Ponta Grossa - Paraná
Copyright © 1996-2018 - Núcleo de Tecnologia de Informação - UEPG