Sábado, 23 de agosto de 2014

« voltar

13/07/2012 - 14h49



Vestibular de Inverno tem maioria da escola particular


por Neomil Macedo

Candidatos que cursaram o ensino médio integralmente na escola particular são maioria no Vestibular de Inverno 2012 da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG). Dos 14.334 inscritos, 7.515 (52,43%) são oriundos da rede privada, enquanto 6.819 (47,57%) estudaram os três anos do ensino médio na escola pública. Esses dados integram o perfil socioeconômico dos candidatos elaborado a partir de questionário respondido no ato da inscrição via internet. As provas do Vestibular de Inverno da UEPG serão aplicadas neste domingo e segunda-feira (15 e 16/7), em Apucarana, Cascavel, Castro, Guarapuava, Jacarezinho, Maringá, Palmeira, Paranaguá, Ponta Grossa, Rio Negro, São Mateus do Sul, Telêmaco Borba e Umuarama.

De acordo com os dados tabulados pela Comissão Permanente de Seleção (CPS), em relação ao ensino fundamental, as posições se invertem, com pequena margem de diferença. Do total de inscritos, 7.304 (50,96%) realizaram estudos na escola pública, enquanto 7.030 (49,04%) frequentaram colégios particulares. A estatística mostra que 41,80% (5.992) dos candidatos vão concluir o ensino médio este ano; 22,25% (3.190) se formaram em 2011; e 10,38% (1.488), em 2010. Os ‘treineiros’, que vão concluir o ensino médio em 2013, representam 0,91% (130) do total de concorrentes. A turma de veteranos, que concluíram o ensino médio até 1992, representa 3,24% (465) dos inscritos.

A pesquisa mostra também que 54% (7.822) dos vestibulandos aposta apenas nos conhecimentos adquiridos no ensino regular para tentar a vaga no ensino superior. Esse é o percentual de candidatos que diz não ter frequentado ‘cursinho’ preparatórios. Outros 10,64% (1.525) dizem que frequentaram os pré-vestibulares por mais de um ano; 8,03% (1.151), por um ano; 14,39% (2.062), por um semestre; e 12,38% (1.774) por menos de um semestre. As razões para fazer o pré-vestibular são diversas. Entre elas, 14,64% (2.099) disseram que desejavam ampliar conhecimentos adquiridos na escola; 5,21% (747), aprender macetes; 4,78% (685), atualizar conhecimentos; 1,65% (237), convênio com o colégio; 2,45% (351), bolsa do cursinho; e 17,29% (2.479), por outros motivos.

Os ‘marinheiros de primeira viagem’ estão em maioria no concurso. Os candidatos que tentam o primeiro vestibular correspondem a 41,88% (6.003) dos inscritos. Com a experiência de um vestibular, aparecem 18,75% (2.687); com dois concursos, 15,15% (2.171); três, 8,09% (1.160); quatro, 5,23% (750); cinco ou mais, 10,90% (1.563). A maioria também declarou que não possui ou não está cursando universidade. Eles são 86,53% (12.403) dos inscritos. Com curso iniciado e trancado, a CPS registra 7,06% (1.012) das inscrições; em curso, 3,47% (498); e graduação já concluída, 2,94% (421).

A condição da UEPG, de universidade pública e gratuita, aparece com maior frequência nas respostas à pergunta sobre os motivos que levaram o candidato a optar pela participação no vestibular da instituição. Essa resposta aparece no perfil de 57,25% (8.206) dos inscritos; 30,54% (4.377) responderam que a UEPG oferta cursos melhores; 7,79% (1.116), oferta o curso desejado; 1,79% (256), oferta o curso em horário adequado às suas necessidades; 0,61% (87) ver maior chance de passar na UEPG; e 2,94% (292) diante da incerteza de classificação em outra universidade.

CONDIÇÃO SOCIAL

Sobre a condição social dos candidatos, o perfil socioeconômico aponta que 33,10% (4.744) vêm de famílias com renda mensal de 3 a 4 salários mínimos; 27,45% (3.935), de 5 a 10 salários mínimos; 20,86% (2.990), de 1 a 2 salários mínimos; 6,45% (924), até um salário mínimo; 6,55% (939), de 11 a 15 salários mínimos; 2,73% (391), 16 a 20 salários mínimos. A faixa que excede 20 salários mínimos é de 2,87% (411). Os solteiros somam 92,32% (13.233) do total de inscrições; os casados, 3,66% (525); e em outra situação, 4,02% (576). Os candidatos cujos pais têm casa própria representam 83,52% (11.972), enquanto 16,48% (2.362) não possuem casa própria.

A CPS ainda apurou que 74,27% (10.646) dos candidatos não trabalham e têm os gastos bancados pela família. O percentual dos que trabalham, mas recebem ajuda da família ou de outras pessoas, é de 13,59% (1.948); trabalham e não recebem qualquer apoio, 4,40% (631); trabalham e contribuem com a renda da família, 5,86% (840); e trabalham e são responsáveis pelo sustento da família, 1,88% (269). A necessidade de trabalhar durante o curso, em tempo parcial, aparece na resposta de 14,59% (2.092) dos candidatos; desde o primeiro ano em tempo integral, 10,44% (1.496); apenas nos últimos anos, 4,65% (667); ainda não sabem, 41,59% (5.961); e não precisarão trabalhar, 28,73% (4.118).

Sobre o meio de transporte que pretendem usar para deslocamento até a instituição, 68,12% (9.764) dizem que precisarão do transporte coletivo público; 14,06% (2.016) possuem carro próprio; 1,54% (221) tem moto; 10,55% (1.512) declara poder ir a pé até os campi da instituição; e 5,73% (821) respondeu que se utilizará de outros meios. No quesito sobre origem dos candidatos, a maioria respondeu que vem da zona urbana. São 93,19% (13.358), contra apenas 6,81% (976) que são provenientes da zona rural.

Com relação à idade dos vestibulandos, a tabulação de dados aponta para uma maioria com 17 anos. São 4.909 candidatos, o que corresponde a 34,25% dos inscritos. Os candidatos com 18 anos representam 24,99% (3.582); com 19 anos, 11,45% (1.6451); com, 20 anos, 7,33% (1.051); com 21 anos, 4,58% (657); com 22 anos; 2,58% (370); e 4,46% (640), entre 23 e 25 anos. Com 16 anos, aparecem 3,61% (518); e com 15 anos, 0,17% (24). A CPS registra ainda a inscrição de 14 candidatos com idade entre 51 e 60 anos; 116, entre 41 e 50 anos; 341, entre 31 e 40 anos; e 468, entre 26 e 30 anos.

Mais informações sobre o Vestibular de Inverno 2012 no endereço www.uepg.br/cps

 

Campus Uvaranas - Av. General Carlos Cavalcanti, 4748 - CEP 84030-900 - GPS: 25°5'23"S 50°6'23"W
Campus Central - Praça Santos Andrade, 1 - GPS: 25°5'11"S 50°9'39"W
Fone: (42) 3220-3000 / 3220-3300 - Ponta Grossa - Paraná
Copyright © 1996-2014 - Centro de Processamento de Dados - UEPG