Sexta-feira, 22 de junho de 2018

« voltar

08/03/2018 - 16h56 / Atualizada 09/03/2018 - 08h11



UEPG celebra mulher em seu Dia


As mulheres têm espaços de homenagem promovidos pela PRORH (Pró-Reitoria de Recursos Humanos) e equipe do Ambulatório de Saúde; e Departamento de História em parceria com os colegiados (bacharelado e licenciatura


por Marilia Woiciechowski

Como parte das comemorações ao Dia Internacional da Mulher, a Seção de Promoção e Assistência Social da PRORH (Pró-Reitoria de Recursos Humanos) e a equipe do Ambulatório de Saúde homenagearam a comunidade feminina da UEPG com uma programação especial no Campus de Uvaranas. As mulheres foram recepcionadas, nesta quinta-feira, em momentos de confraternização e descontração.

No “Dia D – Reflexão e Luta“ na instituição, a recepção às mulheres em seu Dia evidencia-se como agradecimento e valorização do trabalho desenvolvido na instituição em seus diferentes campos de atuação. A enfermeira do Ambulatório da UEPG e coordenadora das atividades em homenagem à mulher, destaca na data a luta histórica das mulheres na conquista do respeito em seu direitos na sociedade que ainda diferencia o potencial de mulheres e homens.

Lutas Históricas

Também com atividades no Ambulatório de Saúde da UEPG, a enfermeira Vanessa Ferreira dos Santos Mores traduz a data como de celebração contínua– e de homenagem às lutas históricas de mulheres que no passado romperam com garra espaços desiguais – que repercutiram em conquistas comemoradas hoje, mas que exigem luta crescente para melhorar o cenário em que mulheres ainda são vistas apenas como donas de casa. Cita ainda o esforço das mulheres que têm em seu cotidiano dupla/tripla jornada de trabalho, ganham menos que os homens – e ainda sofrem abusos morais e físicos.

Sônia Tozato e Vanessa reconhecem os avanços das mulheres no campo social, político e econômico, mas entendem a necessidade de seguir em frente em busca de outros pontos ainda desiguais. “Hoje estamos melhores, graças às passadas históricas de mulheres no enfretamento às injustiças que permitiram estarmos refletindo e prontas para romper outros desafios”, diz Vanessa, acrescentando: “as mulheres são guerreiras, sofrem perdas mas não de se deixam abater diante de situações adversas”.

Somos Importantes

Enquanto aguarda o momento para usufruir dos espaços de limpeza de pele, esmaltação, designer de sobrancelhas, automaquiagem, e massoterapia, Ednilce Neuch Machado, da Divisão de Controle Acadêmico da Prograd (Pró-Reitoria de Graduação), enaltece a mulher. “Hoje nós somos importantes no trabalho e na vida em uma multiplicidade de situações”. Para ela, a homenagem da UEPG às mulheres representa um incentivo para a busca de outras comemorações por desafios ultrapassados.

A residente técnica da Prorh (Pró-Reitoria de Recursos Humanos), Irian Costa, destaca a oportunidade de estar participando de um momento especial de confraternização com as mulheres da comunidade universitária. “Eu faço a leitura do significado dessa celebração às mulheres em seu dia também como uma oportunidade para agradecer à recepção da equipe do Ambulatório de Saúde da UEPG”.

A data também teve comemoração, na quarta-feira (07 de março), na sala 05, Bloco A, no ambulatório do Campus Central. 

Homenagem de História

Também nesta quinta-feira, a mulher UEPG recebe homenagem através do Departamento de História (Dehis) da UEPG, em parceira com os colegiados dos cursos bacharelado e licenciatura em Histórias. A recepção ao Dia Internacional da Mulher ocorreu, no auditório do Hall Tecnológico, no Campus Uvaranas (entre a Central de Salas e Bloco L). O evento traz na homenagem parceria  do DEHIS com o Laboratório de Gênero, Diversidades, Infância e Subjetividades (Lagedis) e o Núcleo de Relações Étnico-Raciais, de Gênero e Sexualidade (Nuregs).

A programação iniciou às 15h30 com a exposição “Mulheres apresentam Mulheres”, com participação da professora Joana Darc Martins Pupo (coordenadora do Núcleo de Assessoria Pedagógia – NAP/UEPG), que abordou o tema “Mulheres e Produção Culturais – Autoria de Mulheres Negras Sul-Africanas”.

Para as 19h, os organizadores registram a presença dos professores José Roberto Galdino e Patrícia Carla de Melo Martins (Dehis), que realizam a exposição “Mulheres na Música Brasileira”. Eles trazem diversas representantes da música nacional ao longo da história, como Chiquinha Gonzaga, Carmem Miranda, Clementina de Jesus, Elza Soares, Clara Nunes, Elis Regina, Rita Lee e Karol Conka.


 

Campus Uvaranas - Av. General Carlos Cavalcanti, 4748 - CEP 84030-900 - GPS: 25°5'23"S 50°6'23"W
Campus Central - Praça Santos Andrade, 1 - GPS: 25°5'11"S 50°9'39"W
Fone: (42) 3220-3000 / 3220-3300 - Ponta Grossa - Paraná
Copyright © 1996-2018 - Núcleo de Tecnologia de Informação - UEPG