Sexta-feira, 22 de junho de 2018

« voltar

09/03/2018 - 14h05 / Atualizada 09/03/2018 - 14h20



HU-UEPG inaugura obras e realiza mutirões neste sábado


por Assessoria de Imprensa

 

Nova ala administrativa do HU-UEPG foi construída com recursos próprios, arrecadados a partir da prestação de serviços ao SUS

O Hospital Universitário Regional dos Campos Gerais da Universidade Estadual de Ponta Grossa (HU-UEPG) inaugura nova ala, onde serão alocados o setor administrativo e a Central de Materiais Médicos, neste sábado (10), às 11 horas, em evento que terá a presença dos secretários da Saúde, Michele Caputo Neto, e da Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, João Carlos Gomes. Na mesma data, em atividades alusivas ao Dia Internacional da Mulher, o HU promove mutirões de exames preventivos de câncer e mamografias, em parceria com a Rede Feminina de Combate ao Câncer. Ainda no sábado, realiza cirurgias de incontinência urinária em mulheres, por meio do Projeto Saúde da Mulher, do Rotary Club Ponta Grossa – Lagoa Dourada, serviço este que terá lançamento às 10 horas, na sede da Ordem dos Advogados do Brasil – OAB-PG.

De acordo como diretor do HU, Everson Augusto Krum, a programação deste sábado marca mais uma etapa de avanços na gestão do hospital, ampliação da infraestrutura para o ensino e a pesquisa e oferta de serviços aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS), em especial às mulheres. Na área da gestão, ele destaca a inauguração de um novo espaço que, no piso superior, vai abrigar a estrutura administrativa do hospital (gestão de pessoas, financeiro, compras, faturamento e salas de reuniões e de pregão). No piso inferior, será instalada a Central de Materiais Médicos (armazenagem, recepção e inspeção, montagem e distribuição, depósito de germicidas e sala administrativa).

O novo espaço totaliza 640 metros quadrados, edificados a um custo de R$ 950 mil. Segundo Everson Krum, o investimento provém de fonte de recursos próprios do hospital, arrecadados por meio da prestação de serviços ao SUS. “Além de permitir uma nova dinâmica nas atividades administrativas, vamos ganhar novos ambientes para o desenvolvimento das atividades de ensino”, diz. As salas que hoje abrigam a administração serão adaptadas para salas de aula dos programas de residências. Atualmente, o HU conta com 15 programas de residências médicas (8), multiprofissionais (5) e uniprofissionais (2), totalizando 150 residentes.

MUTIRÕES

Em relação aos mutirões programados para a este sábado, o diretor do HU destaca as cirurgias de Sling, que se constitui na colocação de uma tela para aumentar a resistência uretral e reduzir a perda de urina de pacientes mulheres com diagnóstico de incontinência urinária. Serão realizadas sete cirurgias de um número previsto de mil procedimentos ao longo dos próximos meses. A oferta se viabiliza por meio do Projeto Saúde da Mulher, do Rotary Club Ponta Grossa – Lagoa Dourada. As conversações para o estabelecimento da parceria iniciaram há mais de um ano. O anuncio da efetivação do convênio, ocorreu em outubro de 2017, em evento na sede da Federação de Integração Rotária Albary Guimarães (Firag).

De acordo com o Projeto Saúde da Mulher, o objetivo é zerar a fila por cirurgias de incontinência urinária nos Campos Gerais. O diretor do HU ressalta a importância da realização de um mutirão desta natureza para as mulheres que sofrem de incontinência urinária, por uma série de fatores de risco, como o número de gestações, menopausa e obesidade, entre outros. “Mulheres com este diagnóstico têm problemas de autoestima e isolamento social”, diz. A cirurgia consiste no implante de uma tela sling, com objetivo aumentar a resistência uretral e reduzir a perda de urina da paciente, com melhoria da qualidade de vida e reinserção social da mulher.

Conforme Everson Krum, o SUS cobre o procedimento, mas não fornece a tela sling, o que, em casos de extrema necessidade, obriga o médico a adaptar uma tela usada na cirurgia de hérnia. “Como se trata de uma adaptação, a paciente sente desconfortos constantes”. Além disso, o diretor do HU observa que os baixos valores pagos pelo SUS também não compensam o trabalho médico. Por isso, praticamente, a cirurgia é acessível somente a quem pode pagar pelo material e pelo serviço particular. Apenas a tela custa, em média, R$ 800.

Conforme explicou o rotariano José Eli Salamacha, no evento realizado em outubro de 2017, na Firag, as conversas para o estabelecimento da parceria entre o Rotary Lagoa Dourada e o HU-UEPG se iniciaram há um ano, por meio do procurador da República em Ponta Grossa e rotariano, Osvaldo Sowek Júnior, que destinou recursos do Ministério Público Federal (MPF) ao HU, através do Rotary. Em uma visita ao hospital, os rotarianos tomaram conhecimento da demanda pela cirurgia de incontinência urinária e as dificuldades em ofertar o procedimento a pacientes do SUS.

Diante da demanda, conforme o rotariano, decidiu-se pela arrecadação de recursos para a aquisição das telas necessárias para a realização de um mutirão de cirurgias, tendo como ponto de partida R$ 120 mil destinados pelo MPF. Com a soma de mais 120 mil arrecadados pelos rotarianos; mais 120 do Distrito 4730, ao qual pertence o Rotary Lagoa Dourada; e mais 240 mil disponibilizados pelo Rotary Internacional, se chegou aos R$ 600 mil necessários para a compra de cerca de 700 telas sling. Na viabilização do projeto, o Rotary Lagoa Dourada conta do MPF, do Rotary Club Puerto Iguazu Cataratas, da Argentina, e do Fundo Mundial/Fundação Rotária.

Além do início dos mutirões de cirurgia de incontinência urinária, a programação deste sábado prevê a realização de exames de mamografia e a realização de exames preventivos de câncer. Everson Krum comenta que o HU está ofertando esses procedimentos em parceria com a Rede Feminina de Combate ao Câncer. Ele observa que já encontram em planejamento estudos e ações para a estruturação do Hospital Universitário também na área da oncologia. 

Campus Uvaranas - Av. General Carlos Cavalcanti, 4748 - CEP 84030-900 - GPS: 25°5'23"S 50°6'23"W
Campus Central - Praça Santos Andrade, 1 - GPS: 25°5'11"S 50°9'39"W
Fone: (42) 3220-3000 / 3220-3300 - Ponta Grossa - Paraná
Copyright © 1996-2018 - Núcleo de Tecnologia de Informação - UEPG