Sábado, 21 de julho de 2018

« voltar

11/04/2018 - 16h21 / Atualizada 11/04/2018 - 16h29



Professora da UEPG participa de publicação da IUCN


A professora do Departamento de Turismo, Jasmine Cardozo Moreira, é a única brasileira num grupo de aproximadamente 50 pesquisadores a participar da publicação.


por Assessoria de Imprensa

Os gerentes de áreas protegidas precisam de uma ampla gama de habilidades para gerenciar as complexidades dos sistemas de áreas protegidas. A Série de Diretrizes de Melhores Práticas da IUCN - União Internacional de Conservação da Natureza - visa abordar essas necessidades, incluindo o compartilhamento de experiências retiradas de boas práticas em todo o mundo. A professora Jasmine Cardozo Moreira, do Departamento de Turismo, participou da publicação.  A IUCN é uma organização civil dedicada à conservação da natureza.

Muitas áreas protegidas são gerenciadas para turismo e visitação como um componente para alcançar seu objetivo, envolvendo uma ampla gama de partes interessadas, incluindo o setor privado. A demanda em rápida expansão para o desenvolvimento do turismo associada a áreas protegidas enfatiza a necessidade de fornecer orientações claras que contribuam para um turismo sustentável consistente com os principais objetivos de conservação das áreas protegidas. Os contextos jurídicos, políticos, econômicos e sociais para o turismo dentro e ao redor das áreas protegidas variam amplamente em todo o mundo, mas há muitos elementos comuns e uma diversidade de experiências que podem enriquecer a compreensão dos envolvidos.           

O Turismo e a gestão de visitantes em áreas protegidas

Estas orientações são uma iniciativa do Grupo de Especialistas em Áreas Protegidas e Turismo da IUCN WCPA (TAPAS). Um dos grupos voluntários reunidos no âmbito da IUCN WCPA, o TAPAS é uma rede de mais de 500 voluntários comprometidos em promover o turismo sustentável em áreas protegidas como uma ferramenta para alcançar a conservação da natureza a longo prazo e os valores ecossistêmicos e culturais associados. O trabalho do grupo inclui a disseminação de conhecimento, estudos de casos e melhores práticas sobre turismo e áreas protegidas. Esta é a terceira edição sobre o tema turismo na série de Diretrizes de Boas Práticas do IUCN WCPA, e baseia-se nos fundamentos criados por essas diretrizes publicadas em 1992 (McNeely et al., 1992) e em 2002 (Eagles, et al., 2002 ).

Dr. Yu-Fai Leung, o Editor-Chefe e membro do Grupo TAPAS, explica que: “esta publicação é um marco importante na construção de uma comunidade global de prática no turismo de áreas protegidas. A diversidade de exemplos de melhores práticas, tanto geograficamente como topicamente, atesta que soluções inovadoras para turismo sustentável e visitação em áreas protegidas são alcançáveis ​​em todos os sistemas de áreas protegidas, independentemente de sua geografia, tipos de governança e culturas. Compartilhar esses casos através desta publicação é essencial para que o turismo cumpra seu papel positivo na conservação global. ”

Participaram da publicação cerca de 50 autores, de 24 países e a professora Jasmine é a única brasileira a participar. Para Jasmine, "fazer parte de uma publicação como essa é uma honra, pois as publicações da IUCN acabam se tornando referencias utilizadas em todo o mundo". O convite para participar da publicação foi em 2013, após a professora integrar um projeto de pesquisa coordenado pelo Prof. Yu-Fai, da Universidade da Carolina do Norte (EUA), e que envolveu o Parque Nacional dos Campos Gerais. O tema abordado por ela é "Geoparques", que integra o grupo de pesquisa que coordena, intitulado "Geoturismo e Geoparques". "A UEPG é referência nesses estudos a nível nacional e agora também internacional", afirma Jasmine.

A produção destas Diretrizes foi patrocinada pela Comissão Mundial de Áreas Protegidas da IUCN, pela Deutsche Gesellschaft für International e Zusammenarbeit (GIZ) em nome do Ministério Federal Alemão de Cooperação Econômica e Desenvolvimento (BMZ), e pelo Ministério das Relações Exteriores da França. Assuntos Internacionais e Desenvolvimento. Até o final do ano, o documento vai ser traduzido para o francês, alemão e espanhol.

A publicação está disponível em: https://portals.iucn.org/library/node/47646

Fonte: IUCN

Campus Uvaranas - Av. General Carlos Cavalcanti, 4748 - CEP 84030-900 - GPS: 25°5'23"S 50°6'23"W
Campus Central - Praça Santos Andrade, 1 - GPS: 25°5'11"S 50°9'39"W
Fone: (42) 3220-3000 / 3220-3300 - Ponta Grossa - Paraná
Copyright © 1996-2018 - Núcleo de Tecnologia de Informação - UEPG