Domingo, 18 de novembro de 2018

« voltar

08/11/2018 - 17h52 / Atualizada 08/11/2018 - 17h59



Em parceria com a Justiça, HU-UEPG adquire aparelho para ressonância


Equipamento foi adquirido com verba destinada pela Justiça Federal e irá auxiliar na realização de ressonâncias magnéticas feitas pelo SUS


por Afonso Ferreira Verner

 

O Hospital Universitário, órgão ligado à Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), adquiriu um importante aparelho que irá auxiliar na realização de ressonâncias magnéticas. Conhecido como 'carrinho de anestesia', o equipamento é produzido fora do Brasil e foi comprado com recurso destinado pela Justiça Federal e pelo Ministério Público Federal. Nesta quinta-feira (8), equipes médicas e de enfermagem do HU passaram por um treinamento para utilizar o novo aparelho.

A aquisição do 'carrinho de anestesia' custou R$ 263 mil e outros equipamentos utilizados junto ao aparelho foram adquiridos em R$ 61,9 mil - a verba foi destinada pela Justiça Federal após uma ação movida pelo MPF. De acordo com o vice-reitor da UEPG e diretor do Hospital Universitário (HU) por sete anos, professor Everson Krum, a aquisição representa um importante passo para o atendimento na saúde pública.

Segundo Everson, o HU é hoje o único hospital de Ponta Grossa a contar com o equipamento. O 'carrinho de anestesia' é importado e utilizado para que pacientes entubados, por exemplo, que precisam ficar parados durante o exame. "Com a aquisição deste equipamento e com treinamento da equipe, vamos poder oferecer o exame para pacientes nestas circunstâncias aqui na cidade, o que antes não era possível de ser feito em Ponta Grossa", destacou Everson.

Para o médico anestesista Alexandre Roza, a aquisição trará conforto aos pacientes que precisam fazer os exames de ressonância magnética pelo Sistema Único de Saúde (SUS). "A ressonância é um exame que dura em média 30 minutos em que a pessoa tem que ficar imóvel em um espaço relativamente pequeno. Alguns pacientes não conseguem ficar parados esse tempo todo, seja por uma condição médica ou por outra circunstância", conta o médico.

Roza cita como o exemplo o caso de crianças pequenas em que 'segurar' o paciente durante todo o procedimento é inviável. "O carrinho nos permite sedar e anestesiar o paciente durante o procedimento sem interferir no campo magnético e elétrico da ressonância. Isso traz conforto para quem passa pelo exame e também qualidade no resultado final", pondera o médico anestesista.

Protocolos de segurança

Everson Krum lembra que a ressonância magnética é um exame requerido nas diversas especialidades médicas. "A ressonância é um procedimento muito importante para vários diagnósticos e ter um avanço como esse na estrutura para a realização deste exame é um passo importante para o HU", conta o vice-reitor da UEPG.

Já o anestesista do HU-UEPG, Alexandre Roza, lembra que o novo equipamento dá "todas as condições" para que a ressonância magnética seja realizada respeitando todos os protocolos de segurança. "Isso traz segurança e conforto para quem é submetido ao exame", argumenta o médico.

Campus Uvaranas - Av. General Carlos Cavalcanti, 4748 - CEP 84030-900 - GPS: 25°5'23"S 50°6'23"W
Campus Central - Praça Santos Andrade, 1 - GPS: 25°5'11"S 50°9'39"W
Fone: (42) 3220-3000 / 3220-3300 - Ponta Grossa - Paraná
Copyright © 1996-2018 - Núcleo de Tecnologia de Informação - UEPG