UNIVERSIDADE ESTADUAL DE PONTA GROSSA

Terça-feira, 11 de dezembro de 2018

« voltar

06/12/2018 - 15h11 / Atualizada 06/12/2018 - 16h02



Oficina de Musicalização encerra ano letivo de 2018


Direcionada aos Adolescentes da Casa de Semi-Liberdade de Ponta Grossa, a oficina integra o projeto de extensão “Percussão e Ritmos Brasileiros – Trupé, vinculado ao curso de Licenciatura em Música da UEPG


por Marilia Woiciechowski

A Oficina de Musicalização direcionada aos Adolescentes da Casa de Semi-Liberdade de Ponta Grossa tem a cerimônia de encerramento do ano letivo de 2018, no dia 11 de dezembro (terça-feira), às 10h, na sala 40, da Central de Salas de Aula, no Campus de Uvaranas.

O evento faz parte do projeto de extensão “Percussão e Ritmos Brasileiros – Trupé, vinculado ao curso de Licenciatura em Música da UEPG. A solenidade vai contar com a presença de autoridades universitárias e da sociedade ponta-grossense, a exemplo da Juíza da Vara da Infância e da Juventude, Noeli Reback.

O objetivo da oficina é oportunizar aos adolescentes a prática musical de gêneros e manifestações culturais brasileiras através de instrumentos de percussão, incluindo o teclado. A coordenadora do projeto, professora Carla Irene Roggenkamp, explica que, além do fazer musical, o ensino da música possibilita o desenvolvimento de habilidades como a concentração, o saber escutar o outro, e a cooperação. Também permite a aproximação com outras habilidades necessárias ao convívio em uma sociedade que preze pela paz.

Vivências Significativas

Os acadêmicos do Curso de Licenciatura em Música têm participação ativa no projeto, no qual se incumbem de mediar o aprendizado musical. A professora ressalta que o projeto oportuniza também a aplicação dos seus conhecimentos, contribuindo para que os futuros profissionais de música possam atuar em diversos contextos da área. O “Grupo de Percussão e Ritmos Brasileiros” surgiu em agosto de 2016, para proporcionar o aprendizado musical, teórico e técnico, voltado a performances nos instrumentos de percussão tradicionais que se encontram nas manifestações artísticas brasileiras, como samba, maracatu, côco, forró, baião, bumba-meu boi.

Por escolha dos próprios alunos, o Grupo Percussão incorporou o nome Trupé, em 2017, que proporcionou aos participantes vivências significativas. O grupo reuniu integrantes com diferentes níveis musicais, o que exigiu a introdução de métodos de ensino musical voltados ao seu aprimoramento para dar mais qualidade às apresentações públicas. O ensino musical do Grupo de Percussão e Ritmos Brasileiros “Trupé” registra em suas apresentações o resgate de elementos originais dos costumes, época, características socioculturais e uso de instrumentos regionais (afaia, ganzá, xequerê), que identificam cada gênero estudado.


 

Campus Uvaranas - Av. General Carlos Cavalcanti, 4748 - CEP 84030-900 - GPS: 25°5'23"S 50°6'23"W
Campus Central - Praça Santos Andrade, 1 - GPS: 25°5'11"S 50°9'39"W
Fone: (42) 3220-3000 / 3220-3300 - Ponta Grossa - Paraná
Copyright © 1996-2018 - Núcleo de Tecnologia de Informação - UEPG